• BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CASTANHEIRA DE PERA
    BIBLIOTECA MUNICIPAL DE CASTANHEIRA DE PERA

    Biblioteca Municipal Dr. Eduardo Pereira da Silva Correia

  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS
    AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS

    Biblioteca Escolar da Escola Secundária

  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS
    AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS

    Biblioteca Escolar da Escola Básica José Malhoa

  • BIBLIOTECA MUNICIPAL DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS
    BIBLIOTECA MUNICIPAL DE FIGUEIRÓ DOS VINHOS

    Biblioteca Municipal Simões de Almeida (tio)

  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROGÃO GRANDE
    AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE PEDROGÃO GRANDE
  • AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTANHEIRA DE PERA
    AGRUPAMENTO DE ESCOLAS DE CASTANHEIRA DE PERA

    Biblioteca Escolar do Agrupamento de Escolas Dr. Bissaya Barreto

  • BIBLIOTECA MUNICIPAL DE PEDROGÃO GRANDE
    BIBLIOTECA MUNICIPAL DE PEDROGÃO GRANDE

A Rede de Bibliotecas Terras de Monsalude assenta na parceria entre os municípios de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande, o Agrupamento de Escolas Dr. Bissaya Barreto-Castanheira de Pera, o Agrupamento de Escolas de Figueiró dos Vinhos, o Agrupamento de Escolas de Pedrógão Grande, o Centro de Formação da Associação de Escolas do Mar ao Zêzere (Cenformaz) e a Escola Tecnológica e Profissional da Zona do Pinhal (ETPZP). Esta parceria cria uma rede interconcelhia de bibliotecas, a Rede de Bibliotecas Terras de Monsalude (RB Monsalude), que se baseia no trabalho colaborativo entre as bibliotecas das instituições parceiras ao nível da organização, gestão e disponibilização de recursos de informação, bem como da concretização de ações para o desenvolvimento de competências de leitura e de literacias. 

 b_500_0_16777215_00_images_logotipos_parceiros_rbmonsalude_logo2.png

Origem da designação da RB Monsalude

O topónimo Monsalude encontra-se na génese dos concelhos de Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande, sendo que as terras do atual concelho de Castanheira de Pêra se integravam na altura dentro dos limites do concelho de Pedrógão. A escolha recaiu neste topónimo, porque do ponto de vista histórico identifica um território comum aos concelhos que constituem esta rede de Bibliotecas, anterior à formação dos municípios.

Corria o ano de 1200, quando o rei D. Sancho I passou carta de doação do Reguengo de Monsalude, com o seu castelo, a D. Pedro Afonso. Este território abrangia terras que atualmente fazem parte dos concelhos de Castanheira de Pera, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande. Os limites deste reguengo situavam-se “(…) pelo Porto de Cais [Dornes, Ferreira do Zêzere] e daí como vai partindo com Tomar [Limite da doação constante no castelo de Ceras] e daí, águas vertentes para águas transversas de cima, e daí por águas vertentes até o Zêzere e daí à foz de Dona de Avis [Foz do Alge] e daí à de Ferragudo [Serra de S. Neutel] e daí por cima da água de Nodel e daí como vai verter na água de Mega para o Zêzere [Concelho de Góis].” *

Pedro Afonso, alferes-mor do reino e senhor do Reguengo de Monsalude, reorganizou o povoamento de todo este espaço, mediante a fundação e organização de povoações concelhias, outorgando cartas de foral a Arega, em 1201, Figueiró, em 1204 e Pedrógão, em 1206.

 

*PORTELA, Miguel -  Indícios de Cister em Terras de Monsalude, (Figueiró dos Vinhos) séculos XII-XIII. In CARREIRAS, José Albuquerque, dir. - Mosteiros Cistercienses: História, Arte, Espiritualidade e Património, tomo III: Actas do Congresso Realizado em Alcobaça, nos dias 14 a 17 de junho de 2012.  [em linha]. Alcobaça, 2013. Separata. [Consult. 21  abr. 2016]. Disponível em WWW:<URL: https://www.academia.edu/7599861/%C3%8Dndicios_de_Cister_em_Terras_de_Monsalude_Figueir%C3%B3_dos_Vinhos_S%C3%A9culos_XII-XIII >.

 

 

Rede de Oportunidades
© Rede de Bibliotecas Terras de Monsalude

Pesquisa